Elena Greco

Era uma vez, uma escritora que optou por manter em segredo a sua identidade. Dizia, que queria escrever como um homem porque é deles a escrita não sentimental. Ainda não cheguei ao fim do quarto volume da “ A  Amiga Genial”, mas só penso em  aplicar na vida, alguns pedaços de prosa que tenho na memória sabendo que estou a plagiar uma grande escritora.

Leio. Uma história limpa e brutalmente furiosa que me desarma. Uma trama honesta e dita sem pudores, vivida entre amigas, e sobre relações difíceis. Em Nápoles. Uma cidade, com vários mundos, o Grego, o latino, o Oriente, a Europa moderna. O Medieval e o Contemporâneo. Consigo ouvir as sirenes dos barcos na Baía de Nápoles como na história de “ Giuseppe Tomasi di Lampedusa”.

No índice das personagens, tenho a amizade de Lenú e Lina que vinha do dia em que decidiram ” subir as escadas escuras, degrau após degrau, lanço após lanço …”, cheias daquele gozo das mulheres que se estão sempre a medir como duas opostas em harmonia. Lina pérfida e morena, Lenú loira e simpática.

Mais á frente, na velocidade com que a vida se dissipa, vêm as promessas falhadas nas relações, o tornar-se em nada, mas todas as premissas se cumprem sem a pior das maldades; a superficialidade. As rupturas inesperadas e os vários tipos de subserviência, no andamento desta grande narrativa, não têm o efeito de espelho para quem lê, têm o efeito de nos demonstrar que as palavras de uma forma ou de outra vão ter sempre ao sítio certo. E que o maligno, é o que menos nos agasta, porque a acção do homem sempre se atenua.

Sem margens firmes para nada, naquelas vidas, Elena Greco ou a escritora intangível toma a liberdade de dizer que, uma inteligência sem tradição, não sabendo juntar duas histórias aparentemente diferentes, não compreende, por vezes, que isso não significa que não se possam fazer, significa apenas que, não se tem os instrumentos para o efeito. Para quem não é ninguém ; “… tornar-se alguém é mais importante do que qualquer outra coisa”, foi assim que Lina se “ deixou ver …tão nitidamente”. A certa altura.

Deixe o seu Comentário

Instagram has returned invalid data.